quarta-feira, 22 de junho de 2016

Lendo HQ's - Requiem, Cavaleiro Vampiro

Oi oi galera, tudo bom? :)

Acabei de terminar a leitura dos três primeiros volumes da série de HQ's "Réquiem - Cavaleiro Vampiro", e vim compartilhar com vocês minhas impressões sobre eles.

                    

O primeiro volume "Ressurection" é dedicado a nos apresentar o mundo inverso nomeado Necrópolis onde os mortos ressurgem como as mais diferentes criaturas malignas: Cavaleiros vampiros, lobisomens, zumbis, metamorfos e fantasmas. Heinrich morreu no fronte oriental durante a guerra de 1944 e não se lembra de quase nada de sua antiga vida, mas pensa ser um herói de guerra. Ele é iniciado no mundo dos cavaleiros após passar por um treinamento doloroso, e é enviado a sua primeira missão.
No segundo volume "Dança Macabra" ele recebe uma visão através do poder de sua espada que revela uma parte sombria do seu passado e ao mesmo tempo o aproxima ainda mais de Rebecca, um amor do seu passado a quem ele procura em Necrópolis. Mas ela o leva a fazer algo que não o agrada colocando em xeque o seu amor por ela.
No terceiro volume "Drácula" novas ameaças surgem e uma guerra está a espreita. De um lado estão criaturas que lutam por Lemuria e pela justiça Karmica e de outro estão os cavaleiros de Drácula que são a supremacia e a realeza de Necrópolis.
A história criada por Pat Mills é bem interessante e as ilustrações do quadrinho estão realmente belas. Se você está procurando por uma história sangrenta e macabra O cavaleiro Vampiro é uma ótima pedida!

Há é claro cenas bem explícitas de sexo e violência e bastante nudez, então eu não recomendaria a menores de 18 anos. É também uma história com um alto teor crítico à religiões e formas de governo então é bom que você esteja preparado pra isso. No mais é uma história sobre seres sobrenaturais atormentados por seus pecados em vida.

A jogada de mundo inverso é genial, tudo em Necrópolis é ao contrário, você chega morto e putrefato e vai se regenerando, se tornando mais jovem conforme o tempo passa até que se torne um bebê e simplesmente desapareça, puff! kkkk A sua quantidade de pecados influencia no seu cargo, e quanto mais nefasto melhor e maiores os benefícios. Eles vivem uma sociedade que preza a decadência e não a evolução. Imagine tudo de controverso e pode ter certeza que será realidade nesse mundo!

Mas é claro que nem tudo são flores... Como em quase todos os quadrinhos criados até o dia de hoje é óbvio que a hiper sexualização das personagens femininas é constante, e pode ser notada na própria capa dos quadrinhos, basta observar. Porque é claro né "mulheres não leem esse tipo de coisa" e os quadrinhos não poderiam ser voltados pra elas... Mas enfim né, enquanto as coisas não mudam a gente segue lendo o que tem disponível e tenta ignorar esses fatos. Mas que minha indignação quanto a isso fique bem clara.


0 comentários:

Postar um comentário