sábado, 10 de setembro de 2016

Resenha #10 - Arena Um

Resultado de imagem para arena um morgan riceTítulo: Arena Um
Autor: Morgan Rice
Editora: Amazon
Gênero: Distopia
Número de páginas: 266
Avaliação:
Nova Iorque. 2120. Os americanos foram dizimados, eliminados pela Guerra Civil. Neste mundo pós-apocalíptico, sobreviventes são poucos e raros. E a maioria daqueles se sobreviveram viraram membros de gangues violentas, predadores que vivem nas grandes cidades. Eles patrulham o campo em busca de escravos, novas vítimas para levarem às cidades para seu esporte favorito: Arena Um. O estádio da morte, onde os oponentes devem lutar até morrerem, das maneiras mais bárbaras possíveis. Há apenas uma regra nesse jogo: ninguém sobrevive. Nunca.
Em meio à natureza, no alto das Montanhas Catskill, Brooke, de 17 anos, luta para sobreviver, escondendo-se com sua irmã mais nova, Bree. Elas tomam cuidado para evitar as gangues de comerciantes de escravos que patrulham o interior. Mas, um dia, Brooke comete um descuido e Bree acaba sendo capturada. Os comerciantes de escravos a levam embora, em direção à cidade, e em direção ao que com certeza resultará em morte.
Brooke, filha de um fuzileiro da Marinha, foi criada para ser forte, para nunca desistir em uma luta. Quando sua irmã é raptada, Brooke não perde tempo, vai atrás dela, usa tudo ao seu dispor para perseguir os comerciantes de escravos e pegar sua irmã de volta. E, durante o caminho, ela conhece Ben, 17, outro sobrevivente como ela, cujo irmão também foi sequestrado. Juntos, eles se aventuram em uma missão de resgate.
O que se segue é um thriller pós-apocalíptico, cheio de ação, no qual os dois perseguem comerciantes de escravos na viagem mais perigosa de suas vidas, em direção ao coração de Nova Iorque. E, ao longo do caminho, se eles sobreviverem, terão que fazer as escolhas mais difíceis e os maiores sacrifícios de suas vidas, encarando obstáculos que eles jamais teriam imaginado – incluindo os sentimentos inesperados de um pelo outro. Eles conseguirão salvar seus irmãos? Conseguiram voltar? E, terão eles mesmos que lutar na arena?

Brooke é uma jovem de 17 anos que vive juntamente com sua irmã mais nova Bree no alto de uma montanha. O cenário dessa trama é uma América do Norte totalmente destruída pela guerra, é inverno e a nossa protagonista precisa ir em busca de alimento e um abrigo seguro.

As desventuras de nossa heroína tem início após sua irmã ser raptada pelos comerciantes de escravos durante uma de suas idas ao topo da montanha em busca de suprimentos. Como Brooke é tudo que restou para a menina de sua antiga vida é evidente que a irmã mais velha se sente responsável pela caçula e fará de tudo para reve-la, mesmo que o trajeto possa mata-la antes mesmo de chegar perto da irmã.

São pouco os personagens que aparecem durante esse percurso e um deles é Ben, que tem o mesmo objetivo de Brooke, encontrar seu irmão caçula que foi levado pelos mesmos comerciantes. E Logan, um garoto que mora na capital e chega pra ajudar Brooke  na busca por sua irmã dentro da Arena.

O destaque desse livro é o alto teor de ação que faz com que o leitor deseje devorar as páginas freneticamente. Brooke está sempre em apuros e a maneira como ela reage a tudo que acontece a sua volta é bem plausível apesar do leve teor  surreal que suas resoluções demonstram, pois a mesma parece ser feita de ferro em algumas circunstâncias apesar de ser uma humana de carne e osso totalmente comum.

Justamente por isso ela é a personagem feminina perfeita para quebrar paradigmas e pré conceitos criados em torno da feminilidade e fragilidade das mulheres. Ela é uma garota responsável, confiante, audaciosa  e auto suficiente para com sua própria proteção e a de sua irmã. Os outros personagens do livro servem apenas de respaldo para sua protagonização apesar de serem muito bons em seus próprios papéis.

Como vocês podem perceber ao ler as primeiras linhas dessa resenha, há um certo clima de triângulo amoroso no ar, e apesar de em alguns momentos eu desejar um aprofundamento maior nesse romance, agradeci mentalmente ao autor por não tê-lo feito, pois tiraria totalmente o foco da parte principal abordada que é a revolução, pois esse é um livro distópico que fala da escravização de pessoas pelo bel prazer dos governantes.

Esse livro mostra uma realidade pós guerra, um mundo totalmente destruído e em ruínas onde uma espécie de hierarquia se estabeleceu. No topo da cadeia alimentar estão os governadores, aqueles que chefiam tudo à mão de ferro e se deliciam com a desgraça alheia. Logo depois vem os comerciantes de escravos que são obrigados pelo governo a sequestrar sobreviventes para alimentar a arena e entreter o povo deformado. E logo depois vem os refugiados como Brooke que buscam apenas viver longe de tudo isso e se escondem a todo custo.

É uma trama envolvente e muito bem escrita que leva o leitor a se aproximar dos personagens, principalmente da protagonista Brooke que é quem narra toda a história. O desenrolar da trama é frenético e energizante e te prende do início ao fim! Te garanto, quando começar você não vai mais querer parar...

11 comentários:

  1. Olá linda,

    Confesso que não fiquei curiosa com esse livro porque achei a premissa muito similar há outros livros e nada surreal que já não tenha em nossa civilização moderna, mas vou indicar para amigos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha me fez lembrar que preciso terminar de assistir ao filme "O livro de Eli". Mas sem querer desfocar da sua resenha, quero dizer que essa premissa me parece interessante e eu daria sim uma chance ao livro.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Confesso que fiquei meio assim se daria uma chance ou não para a obra, porque e bem diferente do que costumo ler, dessa forma me tiraria da zona de conforto, quem sabe futuramente eu dê uma chance, parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    QUE CAPA É ESSA? MARAVILHOSA!!!!!! E essa resenha? Amei, amei e amei. Parabéns pela ótima resenha, e mais um livro anotado na minha listinha. HAHAHA
    Um beijo!!!

    ResponderExcluir
  5. Que interessante esse livro. Gostei da sua resenha e fiquei interessada pela leitura. Com certeza vale a pena. A capa também é muito bonita! Parabéns! bjo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem.

    Achei a premissa interessante e não conhecia o livro. Faz tempo que não leio uma distopia. Acho que está na hora de voltar a ler. Eu gostava muito, e ainda gosto. Mas seleciono muito hoje em dia. Adorei a dica.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi!!
    Eu não conhecia esse livro, faz um tempo que não leio distopias. Opaaa, achei a trama bem interessante, pelo visto a leitura flui de forma rápida devido as cenas de ação.
    Vou anotar o nome do livro para ver se encontro ele, gostei bastante da tua resenha e me deixou com muita vontade de ler.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ana Carolina! Li pouquíssimos livros de Distopia, mas saber que este é um daqueles que nos prendem e nos fazem querer devorá-lo já torna a história bem interessante! Adorei o destaque para a quebra de padrões com a personagem Brooke, muito bem colocado! Aliás, parabéns pela resenha! Está ótima!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, não conhecia essa obra, mas curti sua resenha. Já li algumas distopias e mesmo não sendo meu gênero preferido acho que leria essa sem problemas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Sinto falta de ler distopias. Comecei com The Hunger Games e li alguns outros depois, mas faz mais de um ano que não leio. Tô pra começar os da Victoria Aveyard, mas ainda não tive tempo. Fiquei muito feliz por esse livro ter sido publicado na Amazon e por ser uma trama tão condizente com as tramas distópicas publicadas em versão física. Vou procurar Arena Um, com certeza! Espero que o autora receba a proposta de um contrato híbrido logo, logo! :)

    Pelo que eu acabei de pesquisar, é uma autorA, certo? E é bem popular e tá vendendo um monte nos EUA. Enfim, fiquei muito interessada!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Baixei esse livro lá na Amazon e estou super curiosa para fazer a leitura.
    Adorei a resenha, parabéns.
    Abraços da Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir