segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Resenha #14 - Eu, Kadu

Título: Eu, Kadu
Autor: F. J. Siqueira
Editora: Clube de autores
Gênero: YA | Romance | LGBT
Número de páginas: 115
Ano: 2016
Avaliação:
Na adolescência tudo parece o fim do mundo, mas é apenas o começo.Na atualidade, onde está em voga “ser gay”, surge na contramão a visão de Kadu, um adolescente de 17 anos que acredita ter sua orientação sexual guardada a sete chaves, julgando mantê-la sob total controle, porém o surgimento de uma paixão inesperada e avassaladora pelo melhor amigo, Matheus, um "carinha" extrovertido, sem papas na língua, enturmado e HÉTERO, levará Kadu a questionar suas próprias convicções, afinal ele já havia traçado um plano infalível para a sua vida: ser um homossexual enrustido, vivendo de falsas aparências a fim de não ter de enfrentar o preconceito e a intolerância do mundo em que vive...
Como se não bastasse a enxurrada de emoções e dúvidas que Kadu precisa enfrentar, sua irmã mais velha, Maria Clara, é abandonada pelo noivo dia antes do casamento; Brenda, a ex de Matheus, resolve elegê-lo como seu cúmplice para ajudá-la a reconquistar o namorado perdido, e Yuri, um rapaz que conheceu na internet, quer tentar algo além do sexo casual; sem contar que ainda precisa lidar com os descontroles emocionais de sua outra irmã e com a autoridade e prepotência da mãe, cujo um segredo bombástico ele acaba descobrindo por acidente.
Em um único dia, Kadu vai aprender que segredos e mentiras caem como castelos de areia quando menos se espera e que nem sempre a visão que temos de nós mesmos é aquela do mundo que transita ao nosso redor, e com isso, sem perceber, estará vivenciando os últimos instantes de delicadeza e ingenuidade de sua adolescência.

A resenha de hoje é do livro Eu,Kadu do nosso autor parceiro Francisco José Siqueira. Esse livro aborda um tema super atual e um tanto polêmico que é a homossexualidade e o autor nos mostra de forma bastante autêntica na vivência do seu protagonista de personalidade forte e decidida como é ser um adolescente gay super bem resolvido mas que ao mesmo tempo vive dentro de um armário.

Kadu é um garoto de 17 anos que sabe muito bem o que quer e o que não quer da vida. Ele é fruto de uma família super tradicional do Rio de Janeiro e vive com sua mãe Marcela, seu pai Carlos e suas duas irmãs mais velhas, Maria Clara e Filipa em um apartamento de luxo. Ele é um gay assumido, mas apenas pra si mesmo. Ele se aceita e sabe que não há nada de errado em ser apaixonado por seu melhor amigo Thiago. Mas ao mesmo tempo sabe que não seria aceito por seus pais ao revelar sua orientação sexual e não seria mais visto com bons olhos pelos seus colegas de escola.

O livro narra um dia na vida de Kadu, mas não um dia comum como outro qualquer, e sim um daqueles dias em que tudo parece dar errado. Sabe aquele dia em que o mundo parece desmoronar e tudo de ruim pode e vai acontecer? A família de Kadu alcança o ápice da loucura e o segredo de Kadu está em risco. Seria ele capaz de se declarar para seu melhor amigo e se assumir para seus pais?

Além desses questionamentos, o livro também nos insere no cotidiano da família de Kadu e conhecemos um pouco de cada integrante dela. 

Maria Clara foi minha personagem favorita depois de Kadu. Ela é uma mulher já com seus 30 anos de idade, que apesar de se calar diante das atitudes exageradas da mãe é uma mulher  muito forte e com um grande potencial a ser descoberto. Filipa é justamente o contrário dos dois irmãos em termos de carisma, ela é a cópia fiel de sua mãe Marcela e é tão repulsiva quanto. Eu amei detestar essas duas últimas personagens tanto quanto amei acompanhar a trajetória de Kadu e o pouco que foi mostrado de Maria Clara.

A narrativa em primeira pessoa é descritiva na medida certa, fazendo com que o leitor se apegue a história e deseje conhecer cada vez mais sobre aquilo que está sendo mostrado. Os questionamentos e as reflexões feitas durante a narrativa de Kadu são bem plausíveis e feitas de forma natural, sem forçar a barra e sem querer dar lição de moral, mas ao mesmo tempo levando uma mensagem super importante do que é respeitar o espaço do outro.

A leitura flui muito facilmente mesmo com poucos e curtos diálogos que por sua vez são super inteligentes e esclarecedores, e o linguajar mais popular utilizado é perfeito para fazer com que o as páginas se virem quase que sozinhas.  As reviravoltas que ocorrem durante a trama criam expectativa no leitor e fazem com que ele não queira parar de ler enquanto não termina o livro.

Foi uma leitura muito agradável e rápida, eu adorei conhecer o Kadu e sua família. Foi muito bom ler um livro que mostra a homossexualidade como ela é: Simples! Foi legal demais acompanhar a vivência de um garoto que não se enquadra nos estereótipos criados pela sociedade e é super bem resolvido com sua sexualidade apesar de viver os tão conhecidos dramas da adolescência. 

Agradeço muito ao Francisco pela oportunidade de conhecer o Kadu e me deixar curiosa pra saber o que ainda acontecerá na vida desse garoto tão especial. E pra vocês leitores eu só deixo a dica: Conheçam o Kadu! Vocês vão se apaixonar por ele!
"Os dias se passavam e eu me via cada vez mais assolado, enredado em um conflito absurdo e desafiador, daí fiz o que qualquer outro teria feito no meu lugar: busquei me afastar, inventei as mais estapafúrdias desculpas e justificativas, coloquei nossa amizade em risco só para ter a certeza de que tudo o que eu sentia não passava de fogo de palha, mas todos os meus esforços foram em vão e então desisti de resistir, rendendo-me diante da conclusão de que não escolhemos o amor e sim ele que nos escolhe."

Adquira seu exemplar: Amazon 

Conheça mais do autor no post de apresentação do livro aqui no blog clicando "Aqui" 

22 comentários:

  1. Ola
    Muito boa sua resenha, mas confesso que não me interessei muito pela trama. Talvez seja porque estou numa fase de ler livros bem florzinhas, bo infos :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. OPA, saiu errado o final->florzinhas e bobinhos :)

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Livro bem diferente né do que costumo ler, além do mais adoraria ter a oportunidade, pois sempre é bom sairmos da zona de conforto, adorei essa capa e a sua resenha ficou incrível.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  4. Hello! Tudo bem?
    Adoro um romance YA LGBT e esse livro "Eu, Kadu" nao conhecia, mas ja achei mega interessante.
    Gostei mto de saber que a leitura foi tranquila e que fluiu bem, to curiosa para saber mais dos personagens.
    Otima resenha, vou tentar ler depois.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  5. Oi, achei a premissa desse livro bem interessante e pertinente no momento atual, e acho que é um livro que deve ser lido para entendermos melhor a mente de um adolescente que passa por essa situação, por isso, fiquei louca para ler e já vou anotar na minha lista de desejados.
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas parece ser uma leitura agradável pelos elogios.
    Parece que os autores têm investido cada vez mais nesse tema para escrever seus livros. É um tema bem polêmico, mas simples como o livro mesmo pode mostrar.
    GOstei da dica.

    ResponderExcluir
  7. Nao conhevia o livro, mas parece muito agradável a leitura, irei colocar na lista que é enorme mas que irei ler. Otima resenha, parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, que amor, a resenha tá um doce, o livro parece ser maravilhoso, adoro como o mundo LGBT está entrando também no mundo literário, é tão lindo de se ver,fiquei muito ansiosa para ler e parabéns ao autor por essa iniciativa <3

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Apesar desse ser um livro que aborda uma temática importante, a premissa em si não me chamou muito a atenção.
    Mas gostei de saber que o livro possui uma narrativa descritiva na medida certa e que flui muito bem.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esse livro e nem o autor, mas é bom saber que muitos enredos atuais estão se preocupando com temas importantes. Acredito que inseridos em um bom contexto, os resultados são muito mais relevantes do que mil artigos dizendo que todos devem ser respeitados, mesmo em suas diferenças. Parabéns a vocês dois.

    *☆* Atraentemente *

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    linda e delicada sua resenha, mas o tema não me pega. Ele não me envolve porque eu não consigo entrar na cabeça dos personagens, isso acontece muito com new adults, eles raramente me atraem.

    bjsss

    ResponderExcluir
  12. Olá!!
    Eu vi a divulgação desse livro e confesso que ele não me chamou muita a atenção.
    Sua resenha está demais, mas infelizmente continuo mantendo a minha opinião do livro.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Adorei seu blog, muito lindo.
    Bom! nunca ouvi falar no livro antes, achei a capa muiito linda, gosto de dialogos inteligentes e livros narrados em primeira pessoa sempre me deixa mais animada e a leitura flui melhor. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  14. Aiii que história mais gostosa. Vi alguns bookstagrans falarem desse livro, mas não tinha lido nenhuma resenha, e eu adorei a sua. Parece ser um livro bem gostoso mesmo e estou curiosa para ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi adorei sua resenha! Não conhecia o livro mas parece ser uma história muito legal, adoro quando pegamos livros assim e nos surpreendemos.

    Beijos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Achei a premissa bem legal, pelo menos o Kadu não sofre de crise existencial pelonseu autoconhecimento. Ele sabe quem é, e isso já é um ótimo começo. Mas no momento deixarei a dica passar, quem sabe mais à frente me interesse mais em conhecer a obra.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Estou vendo que esse é um gênero que cada vez mais está ganhando o mercado. O que é bom para combater o preconceito, que infelizmente ainda existe e em grandes proporções :(
    Fiquei bem curiosa para conhecer o Kadu e como ele vai lidar ao contar aos familiares sobre sua sexualidade, estou bem curiosa para ler esse livro, espero lê-lo em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ola lindona e voltamos ao velho preconceito que faz que muitos "se escondam no armário", gostei da premissa do livro e fiquei muito curiosa para saber como será o desfecho de Kadu se irá ser quem ele é mediante a família e a sociedade sem precisar se esconder. Dica anotada. beijos e sucesso ao autor.

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  19. Oie
    muito legal sua resenha, não conhecia o livro ainda mas parece ser uma leitura bem legal, gostei do enredo e sucesso ao autor

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Não conhecia esse livro, mas gostei muito da premissa e o fato de envolver um romance LGBT é um máximo, pois tenho apreciado muitas leituras assim. Adorei sua resenha, muito esclarecedora.

    Abraços,
    Cá Entre Nós!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Ana! Tudo bem?

    Adorei sua resenha, muito bem escrita! E gostei também da premissa do livro, gosto de histórias com essa temática. O último que li foi 1+1, matemática do amor. COnhece?

    beijo

    www.leitorasinquietas.com.br

    ResponderExcluir
  22. Ooi! Parabéns pela resenha :) eu não conhecia o livro, mas não é o que estou buscando ler, sabe?
    Beijos e boas leituras.

    ResponderExcluir