quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Resenha #17 - Desejo à meia-noite

Título: Desejo à meia-noite - Os Hathaways #1
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época
Número de páginas: 272
Ano: 2013
Avaliação:

Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?
Essa foi uma história pela qual eu me apaixonei logo de cara! Amelia é uma personagem super carismática, uma mulher forte que age conforme seus instintos e que ao mesmo tempo é sensível a todos a sua volta. Ela não é aquela famosa donzela em perigo, mas também é um ser humano que precisa de apoio, e isso a torna muito mais real do que a maioria das mocinhas de outros romances de época que eu já li. Ela me ganhou por todas as suas atitudes generosas e seu jeitinho doce, porém realista de ser...

Cam é um homem  muito bem sucedido que apesar de não ser feliz com toda a fortuna que tem (por achar que está traindo sua raça) não consegue deixar pra trás tudo que conquistou apesar de ainda sonhar com sua liberdade de cigano.

Merripen também é cigano, um rapaz criado desde pequeno como um filho na família Hathaway após ser encontrado praticamente morto à beira de um riacho. Por esse fato específico ele sente que tem uma dívida eterna com os Hathaways, porém existe um vínculo bem mais forte que o prende a essa família.

Dentre as irmãs de Amelia acho que a minha preferida é Win. Ela ainda se recupera dos estragos que a Escarlatina causou em seu organismo e se encontra muito frágil. Contudo ela é uma das personagens mais fortes da trama, emocionalmente falando. Em muitas oportunidades ela se mostrou amiga e porto seguro de Amelia, que carrega o fardo de ser a chefe de família enquanto que seu irmão mais velho Léo só pensa em festar.

Como vocês podem perceber cada um dos personagens desse livro foi criado de uma maneira muito especial, cada um deles tem seus próprios medos e manias o que torna a leitura muito divertida e agradável, e conforme você vai avançando vai também se identificando com eles e se tornando mais próximo dessa família nada convencional.

Como os capítulos são bem curtos a gente acaba se empolgando e a leitura fluí. A narrativa em terceira pessoa é descritiva na medida certa fazendo com que a gente conheça melhor os personagens e adentre no mundo deles de uma forma mais ampla. O romance é algo à parte porque a Lisa sabe bem como dosar as cenas mais picantes com momentos de ternura e afeto.

Amelia e Cam formam um casal bem improvável: Ela uma mulher centrada que pensa muito no bem estar da família e preza pelos bons costumes. Ele um homem extrovertido e muita das vezes um menino levado, sempre de bem com a vida, e que definitivamente não se preocupa com o que a sociedade poderá pensar sobre seus atos. 

Mas a Lisa é mestre em juntar pessoas totalmente opostas e fazer com que as mesmas se completem e esse é apenas um dos motivos pelos quais eu sempre recomendo esse livro. Eu sou totalmente apaixonada pela série Os Hathaways desde que li esse primeiro volume, imagine o que aconteceu depois de ter lido outros 3 livros da série? Sou uma mega fã da autora, e se você também é fã de romances de época então você PRECISA conhece-los!!!

0 comentários:

Postar um comentário